Notícias

Campanha incentiva abertura do comércio no dia 13/06

08/06/2018

A Associação Comercial e Agropastoril (Aciap-VR), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-VR) e Sindicato do Comércio de Volta Redonda (Sicomércio-VR) lançaram nesta sexta-feira, uma campanha incentivando a abertura das lojas de rua no próximo dia 13/06, data do Padroeiro de Volta Redonda, lembrando que os shoppings já funcionam em horário diferenciado, abrindo às 15 horas, em feriados. As farmácias, supermercados e postos de combustíveis vão funcionar em horário normal.  
As lojas vão poder abrir em horário normal, de 8h30 às 18h30min, conforme convenção coletiva, que permite o funcionamento em feridos, exceto nos dias 1º de janeiro, Dia do Trabalhador, Dia do Comerciário e Natal. Para abrir, o lojista deverá enviar por e-mail (sec.voltaredonda@uol.com.br e sicomerciovr@sicomerciovr.com.br), a lista dos funcionários que vão trabalhar, nesta data, com a assinatura deles ao lado de cada nome.
O presidente do Sicomércio-VR, Jerônimo dos Santos, reforçou que a ideia é criar na cidade a cultura do funcionamento das lojas em feriados, uma vez que é um dia em que muitas pessoas de outros setores estão de folga e podem aproveitar para realizar compras. “Um dia fechado do comércio representa redução no faturamento da loja, o comerciário deixa de ganhar comissões e os consumidores perdem a opção de aproveitar a folga nesse dia para realizar suas compras. Os supermercados, farmácias, postos de combustíveis, grandes redes e shoppings já abrem, então, se as lojas menores funcionarem, conseguimos manter um fluxo bom de pessoas nos centros comerciais, fazendo o capital girar”, comentou.
O presidente da CDL-VR, Adriano Santos, lembrou que o país atravessa uma crise econômica e mais feriados podem agravar ainda mais a situação econômica, uma vez que o comércio é responsável, junto com o setor de serviços, por mais de 40% dos empregos gerados. Adriano lembrou ainda que o dia 13 de junho é logo depois do Dia dos Namorados, o que leva muitos consumidores ao comércio, por causa da troca de presentes. “Quem ganha presente, quando não gosta ou o tamanho não é o da pessoa, acaba trocando e, sempre na troca, pode levar outros produtos, por isso, abrir um dia depois  é uma boa oportunidade de vendas também para o comerciante”, disse.

Reconhecida de Utilidade Pública: Lei Municipal Nº 1381/76 - Lei Estadual Nº 1559/89
Filiada: Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Rio de Janeiro.

Agência Interagir