Notícias

CDL-VR apresenta balanço da campanha Nome Limpo, Crédito Forte

27/11/2019

A campanha “Nome Limpo, Crédito Forte” registrou um aumento de 4% nas consultas ao SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e ao Serasa, entre os dias 18 e 23/11, quando foi realizada. O objetivo da campanha foi incentivar a renegociação de dívidas em atraso entre consumidores e empresas, além de instituições bancárias.

O presidente da CDL-VR, Gilson de Castro, acredita que essas renegociações podem ajudar a melhorar o movimento das vendas agora em dezembro. Para ele, o pagamento do décimo-terceiro salário contribui para a quitação dessas dívidas.

“Boa parte desse dinheiro extra é usada para regularizar as contas atrasadas e, assim, quem estava inadimplente ode voltar a comprar a prazo. E como no fim do ano, os gastos são muitos, a campanha ajuda nesse reequilíbrio financeiro tanto dos consumidores quanto das empresas que recuperam seu capital de giro “, afirmou.

Para atingir esse objetivo, o comércio e as instituições bancárias da cidade também foram incentivados a oferecer uma melhor condição de pagamento dos débitos em atrasos, como descontos da dívida ou reparcelamento.

“A campanha já é tradicional aqui na CDL-VR  e vem ao encontro do trabalho da entidade de ajudar consumidores e lojistas do comércio local, fortalecendo a economia da cidade. Neste ano também, os lojistas foram solícitos na negociação”, acrescentou.

A ação também teve como objetivo a recuperação do crédito para a campanha “Black Friday - Natal Família”, que começou esta semana e vai sortear 10 vales-compra de R$ 1.000,00 cada no sábado, 30/11. Para participar do sorteio, o consumidor precisar comprar nas lojas participantes da campanha. A cada R$ 60,00, ele terá direito a um cupom que deverá ser cadastrado no site natalfamilia.com.br.

Dados sobre a inadimplência no país

Os dados do indicador do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostram que, em termos percentuais, 39,36% da população adulta, entre 18 e 95 anos, estão com o nome bloqueado para compras a crédito. Em Volta Redonda, esse número gira em torno de 13%. “Embora ainda seja bem menor, o percentual ainda é preocupante, o que reforça a importância da campanha Nome Limpo, Crédito Forte”, acrescentou Gilson.

No país, o número de pessoas inadimplentes passou de 59 milhões para 61,8 milhões segundo o Serasa, que aponta esse número um recorde, ou seja, mais de 40% dos brasileiros estão com o nome negativado. Apesar desse número alto, a renegociação de dívidas vem aumentando e chegou a crescer 4,3% neste ano, mas, em Volta Redonda esse número é maior: ultrapassa a casa dos 6%.

Já começou segunda etapa da Campanha Natal Família que vai sortear carro zero e vales-compra

04/12/2019

Mais sorteios serão realizados durante o mês de dezembro, aos sábados, até o dia 26, quinta-feira, onde é feito o encerramento da campanha com o sorteio de um carro zero quilômetro

Refis 2019 oferece descontos de até 90% em Volta Redonda

03/12/2019

Cidadão poderá pagar débitos fiscais com descontos em juros e multas e parcelar dívida

Em cada dez brasileiros, dois foram vítimas de fraudes nos últimos 12 meses, mostra levantamento CNDL/SPC Brasil

02/12/2019

Fim de ano é época propícia para ação de fraudadores, que se aproveitam do aumento de transações financeiras na Black Friday e Natal. Para auxiliar consumidores, SPC Brasil libera monitoramento gratuito de CPF por 30 dias

13º salário: mais brasileiros vão gastar com presentes do que com pagamento de dívidas, aponta pesquisa CNDL/SPC Brasil

27/11/2019

Cresce de 23% para 32% o percentual de trabalhadores que vão usar 13º salário para comprar presentes. Já 52% vão ‘fazer bico’ para realizar mais compras. Especialistas orientam consumidor inadimplente a priorizar quitação de pendências e dividir compras em poucas prestações

Cresce para 39% o número de consumidores que só devem comprar na Black Friday se descontos valerem a pena, apontam CNDL/SPC Brasil

26/11/2019

Pesquisa mostra que houve um aumento sete pontos percentuais entre os que vão avaliar ofertas antes de fechar negócio; metade tem intenção de participar do evento este ano. Gasto médio estimado por pessoa é de R$ 1.132

Leia Mais Notícias

Reconhecida de Utilidade Pública: Lei Municipal Nº 1381/76 - Lei Estadual Nº 1559/89
Filiada: Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Rio de Janeiro.

Agência Interagir